Bem vindos ao meu BLOG, onde postarei conteúdos relativos às minhas atividades profissionais às vezes em português e às vezes em inglês. Aproveitem!

Welcome to my BLOG, where I’ll be posting contents related to my professional activities sometimes in Portuguese and sometimes in English. Enjoy!

Janeiro e Fevereiro são meses com relativamente pouca demanda em eventos com tradução simultânea. O que fazer nestes períodos, então?

Helena Wergles e a clássica foto com o banner do curso HIT, uma ótima oportunidade para desenvolver e aprimorar habilidades interpretativas em ambiente seguro.

Helena Wergles e a clássica foto com o banner do curso HIT, uma ótima oportunidade para desenvolver e aprimorar habilidades interpretativas em ambiente seguro.

Além de se dedicar a outras atividades profissionais relacionadas, como tradução escrita e legendagem, é sempre um bom momento para investir em formação profissional e aprimorar ainda mais o kit de ferramentas linguísticas necessárias à tradução simultânea. Foi por este motivo que decidi fazer então o Curso HIT, High-Intensity Interpreting Training, oferecido pelas empresas Versão Brasileira e Comunica.

Trata-se de um curso em que os participantes fazem vários minieventos simulados e são ouvidos e criticados por dois experientes intérpretes: fui logo a primeira dentre os 20 alunos a ser avaliada e… sucesso! Consegui um ótimo feedback dos intérpretes facilitadores do curso e recebi sugestões sobre como ficar ainda melhor. O curso tem duração de 5 dias, e, tendo recebido minha avaliação logo ao fim do primeiro dia, aproveitei os 4 seguintes para colocar as sugestões em prática nas várias oportunidades e modalidades de atividades que são propostas para este fim, e penso que consegui fazer significativo progresso nesta empreitada.

Alguns detalhes sobre o curso: foram 8 sessões de cabine nos 4 primeiros dias do curso, e três seguidas no último dia. Os alunos se dividiam entre práticas de cabine e sessões de feedback, de maneira que não só fazíamos a tradução simultânea como também tínhamos a oportunidade de refletir sobre que dicas dar pros colegas com base nas dicas que nos foram dadas, também. Eram 6 cabines no total, todas equipadas com aparelhagem moderna oferecida pela empresa Comunica, uma das organizadoras do evento, e contamos com som límpido, sem ruídos ou interferências. Os técnicos de tradução e sonorização também eram desta empresa, de modo que o setup era bem o de um evento real, e tudo correu muito bem tanto no que diz respeito às questões de “hardware” (aparelhos, cabines, datashow) quanto nas questões de programação (palestrantes ao vivo – nada de vídeos! – falando sobre temas variados e nos mais diversos níveis de dificuldade, material para estudo disponível na pasta compartilhada do curso, etc). Houve também práticas de consecutiva e sessões em que o principal objetivo era nos gravarmos, nos ouvirmos e decidirmos deliberadamente o que melhorar numa repetição do exercício. Uma das principais lições do curso é a utilidade de nos gravarmos. Fica a dica!

Desta maneira, achei o curso bastante proveitoso, pois oferece um ambiente seguro para que possamos ousar e aprimorar a passos largos nossas técnicas em ambiente seguro, para que, na hora de brilhar realmente nos eventos, já estejamos com as sugestões dos instrutores incorporadas ao nosso fazer profissional. Recomendo para outros intérpretes, pois as ferramentas didáticas propostas pelos facilitadores são capazes de ajudar no aprimoramento de intérpretes em diversos níveis de excelência profissional.

HW-sitelogo-06

Desejo a você, cliente ou colega tradutor, um feliz período de festas!

I wish you, dear client or fellow translator, a happy Holiday Season!

 

Cartão de Natal Helena Wergles 2014

HW-sitelogo-06